terça-feira, abril 26, 2005

AINDA O 25 DE ABRIL

Morrer de emoção democrática

Depois de n Palestras sobre o 25 de Abril nas Escolas do Concelho de Loulé e Sociedade Recreativa Parragilense, neste caso com o Afonso Dias e a Margarida Tengarrinha, o que faço sempre com muito gosto, dou por mim a folhear um livro que se intitula justamente «25 de Abril», escrito poucos meses depois da data histórica, por vários jornalistas, entre os quais Afonso Praça, Cesário Borga e Albertino Antunes, e registo a referêcia da morte, no dia 26 de Abril de 1974, do Poeta e Escritor Pedro Oom, de 47 anos de idade, com trabalhos editados em diversas publicações.
Causa da morte, segundo a imprensa da época: vítima de emoção democrática.

1 Comments:

At 4:38 da tarde, Blogger HFR said...

Pedro Oom, um dos meus poetas de eleição, neo-realista e depois surrealista. O homem, com Cesariny, do "Manifesto abjeccionista" hoje desaparecido.
Consultar aqui:
http://www.universal.pt/scripts/hlp/hlp.exe/artigo?cod=2_201

 

Enviar um comentário

<< Home