sexta-feira, setembro 16, 2005

CARTAZES DE ANTIGAMENTE

Raúl Brandão andou pelo Algarve e escrevou muito sobre a região nos primeiros anos do século passado. Respigo: «O Algarve litoral é um pomar, terra de hortelões, e, exceptuando Olhão, de marítimos de sequeiro.(...) As amendoeiras neste tempo transformam todo o Algarve. Há-as pequeninas e redondas desentranhadas com emoção. Há-as enormes, formando uma só flor. Há-as que vergam ao peso da brancura e que perfumam a estrada.Há-as cor de rosa e cor de mosto.Há-as casadas com velhos troncos de oliveira carcomidos.Há-as em grupos ao pé de tocas felizes, quatro paredes e um telhado no meio de um campo, onde corre um rego de água cheio de junquilhos.»

4 Comments:

At 5:57 da tarde, Blogger Clitie said...

A única coisa que li do Brandão foi "Os pescadores", um bom livro.

Bjks e bom fim de semana

 
At 9:45 da manhã, Blogger Maria do Céu Costa said...

Bonita descrição à paisagem algarvia, emana perfume. Cumprimentos.

 
At 9:47 da manhã, Blogger Maria do Céu Costa said...

Bonita descrição à paisagem algarvia, emana perfume. Cumprimentos.

 
At 4:23 da tarde, Blogger hfm said...

Que bom neste dia ter lido este post e o anterior!

 

Enviar um comentário

<< Home